Arquivo para 27 de outubro de 2009

4 queijos

4 Queijos na Unoweb.tv

por enquanto só na Uno – canal 15 (em breve na web)

Assistam! Todos os dias.

Horários: 13 hrs, 19 hrs e 23 hrs.

Apresentados por:

Roberto Panarotto

André Timm

Hilário Jr.

Érico Assis

+ Repolho Na WEBE…

Saiu no Blog do Jean Mafra.

Sempre exagerado. He he Mas é legal porque é um blog e concordamos com a tua opinião.

http://jeanmafra.blogspot.com/2009/10/repolho.html

Entrevista Senhor F.

Não perca tempo lendo (he he) é uma saraivada de idéias estapafúrdias. Quase um Monty Phyton. Nos entrevistamos a nós mesmos.

http://www.senhorf.com.br/agencia/main.jsp?codTexto=5888

No site da marquise 51

Marquise 51. Grande produtora de show, eventos, gravadora entre outros. Valeu aí pela força.

http://marquise51.blogspot.com/2009/10/banda-repolho-lanca-volume-4.html

SE VOCÊ AINDA NÃO BAIXOU O NOVO DISCO DO REPOLHO. LINKS LOGO ABAIXO!

  • Os Armênios
  • Senhor F
  • Pisces Records
  • Turnê de Velório – em breve numa funerária perto de você.

    michael jackson

    Michael Jackson = Leon Kompowsky

    E o assunto do dia é: Michael Jackson. Ué, mas ele não morreu??? Poizantão, alguns dizem que ele já estava morto há muito mais tempo. Outros dizem que mataram ele e outros vão dizer que ele está junto com o Elvis o Raul e o Airton Sena. A verdade é que nunca vamos saber a verdade verdadeira sobre isso tudo que aconteceu. Mas papo vai, papo vem e no fim das contas o assunto do momento acaba sempre sendo o mesmo. Até porque o Michael Jackson não é um ser humano, e muito menos um alienígena, ele é um produto. Pensando enquanto produto é lógico que a mídia encontra algo que possa ser comentado, discutidos, dissecado tudo ao deleite dos curiosos de plantão.

    Nesse sentido, sei que é só a mídia apontar o dedo pro outro lado e o assunto muda. Mas lógico que quando se tem uma grande quantidade de pessoas interessadas em falar dele é porque tem uma grande quantidade de pessoas interessadas em algo mais do que manter a imagem a fama e a fortu… ops… eis o ponto essencial da coisa toda. Todo mundo tem que tirar uma lasquinha. Mesmo depois de morto e podre o produto tem que render.

    Já fiz essa piada algumas vezes quando morre alguém famoso. De que as pessoas deveriam organizar uma turnê de velórios. É simples, pega-se o corpo da vítima, congela pra não feder mais do que o necessário e sai em turnê pelas cidades do mundo mostrando o morto. Cobra ingresso, vende cerveja e pipoca e reúne uma cambada de urubu chorando as pitangas. Ia ser puro dinheiro, o povo adorar ver essas bizzzarrrrices ao vivo e como diria filósofa Pitty “o importante é ser você mesmo que seja bizzzzarrro bizzzarrro bizzzarrro”. Na medida que a turnê vai avançando dá pra sugerir uma descongeladinha aqui e outra ali para que as pessoas percebam o corpo apodrecendo. Poderiam criar um site de relacionamentos, onde os fãs postam fotos da decomposição do morto na medida que a turnê vai evoluindo. Ou então um sistema de webcam transmitindo de dentro do caixão em tempo real. Sensacional. Deveria patentear a idéia. A notícia triste é que eu deveria ter patenteado isso há anos atrás, porque a grande novidade do mercado é que tudo isso agora está ao seu alcance, nas melhores funerárias do ramo.

    Esses tempos vi um anúncio de uma funerária que fazia velório pela internete para que os parentes distantes não precisassem se deslocar até o funeral. Que coisa linda né gente??? Maravilhas de um mundo moderno e globalizado.

    incidente em anteres

    Incidente em Antares

    Como eu falei a piada é velha, mas o efeito dela estamos sentindo nos dias atuais. Agora eu acho que entendi o verdadeiro sentido da expressão “não se brinca com coisa séria”. Porque ao brincar tu acaba dando idéias para as pessoas. Haja visto o que foi o velório do Michal Jackson (olha ele aí de novo) transmitido ao vivo para o mundo todo. Nossa, mas foi tãããão bunito né… os amigos, os parentes, os filhos da puta, as puta e todo mundo presente (menos ele, ao que tudo indica nem o velório de corpo presente tinha o corpo presente) para se despedir dele. Olhando assim dá a impressão que as pessoas perderam a noção do ridículo. Na verdade eu acho que elas nunca tiveram, o problema é que hoje tudo está tão evidente que não tem como não reparar.

    Lógico que isso tudo me faz lembrar uma celebre “cena” de um dos livros mais legais do Érico Veríssimo chamado Incidente em Antares (tem o seriado também) onde a mãe morta volta e encontra as filhas brigando pelos seus restos mortais. Além de engraçadissíma a situação está cada dia mais comum. Como diria a minha vó quando era viva (sim porque hoje ela fica no canto da sala fazendo uuuuuuuu): não se respeitam mais nem os mortos.

    Ainda em tempo, uma das melhores brincadeiras com o Michael Jackson está no primeiro episódio da terceira temporada dos Simpsons. Onde aparece ele, o Michael Jackson num hospício. É sensacional a forma com que eles utilizaram para descrever a bizarrice e loucura (quase que literalmente) que foi a vida dele. A dublagem foi feita pelo próprio Michael Jackson. Conforme informações do site: http://pt.simpsons.wikia.com/wiki/Michael_Jackson. E com isso eu só posso dizer uma coisa: morte longa ao rei do pop.

    Compre o boneco do Michael Jackson – Leon Kompowsky:

    http://www.tpf.com.au/thesimpsons/

    Veja o vídeo:

    http://www.youtube.com/watch?v=UFwxbidteQQ&feature=player_embedded

    http://www.youtube.com/watch?v=bquftgUEVH0&feature=fvw