Resenha do disco que eu não ouvi.

Gosto de exercitar a minha imaginação escrevendo sobre coisas que eu não vi, não li ou não ouvi. Me sinto um jornalista quando faço essas coisas. Mas na verdade, com a qualidade da música brasileira apresentada recentemente os jornalistas é que estão certos em não gastar os seus ouvidos com tanta bobagem produzida.

Não anunciei no inicio para criar um certo suspense, mas eu estou me referindo ao novo disco dos Mutantes. Novo disco dos mutantes?!? Quem é que fez esse sacrilégio??? O Sérgio Dias. E sim o disco é um sacrilégio e não tem sentido dentro da proposta musical da banda. É perigoso brincar com os mortos. Mas na verdade essa situação não é nova, é a mesma situação que já aconteceu na década de 70 quando o Sérgio (olha ele aí de novo), resolveu continuar a banda e lançar alguns discos em nome da banda. Tudo bem errar uma vez e a gente até perdoa, mas duas vezes é foda.

Vamos as constatações.

Sempre achei o Sérgio Dias um baita músico. O melhor de todos. Mas o lado criativo sempre foi concebido pelo Arnaldo e talvez a Rita Lee. Essa é a minha visão dos Mutantes. E mais do que isso a época era propicia para o que eles faziam. A química entre eles é que proporcionava aos Mutantes, ser os Mutantes. E toda babação de ovo pra cima deles só comprova toda essa genialidade. Mas não é só isso. Os Mutantes eram um time. Que tinham uma cabeça (Arnaldo), uma frontman (Rita Lee), uma baita músico(Sérgio Dias) além dos três personagens principais, tinha o Dinho (bateria) Liminha (baixo) e mais o talento inegável do Cláudio dias Baptista (irmãos mais velho) que gerava um série de instrumentos e engenhocas musicais que propiciavam aos Mutantes uma sonoridade única. Sem esquecer do grande maestro Rogério Duprat em arranjos mirabolantes e sensacionais. Tudo isso é que gerou a banda mais genial de todos os tempos da musica brasileira. Poderia me referir a eles como uma entidade musical ou algo superior. E não seria exagero haja visto os cinco primeiros discos do grupo. Aí agora eu lhes pergunto.

Como reproduzir ou refazer esse bolo com apenas um dos ingredientes??? E a resposta é muito óbvia: impossível. Só o Sérgio Dias não percebeu isso e a resposta está aí e se chama Haih Or Amortecedor. É quase um cover de algo que um dia foi os Mutantes começando pelo título que sugere um isso ou aquilo como acontece na Divina Comédia ou Ando Meio Desligado. Chamou o Tom Zé pra compor junto (como já havia feito em 2001) chamou o Jorge Bem pra contribuir com uma canção(como já havia feito com a “Minha Menina”). As Fotos de Divulgação tentam sugerir aquelas produções geniais de fotografia que eles faziam na época e que aqui soa datado e meio sem sentido. E por fim montou uma banda extremamente técnica (mas não criativa) para reproduzir o que eram os Mutantes. Será que funciona??? E a resposta é simples e funcionou no palco, na intenção de reproduzir os discos. Tive a oportunidade de ver dois shows. E já comentei isso anteriormente acredito que o Sérgio foi muito esperto e colocou a prova toda sua sabedoria musical para proporcionar para os fãs um espetáculo único. Talvez um espetáculo que as pessoas na época dos Mutantes não tiveram a oportunidade de presenciar devido as precárias condições da época. E o legal desse show é que toda sonoridade da banda estava ali reproduzida de forma inacreditável e os shows foram um sucesso. Verdadeiras explosões de emoção e sensações. Confesso que me emocionei em vários momentos. Tudo ali foi muito bem pensado para reproduzir a genialidade dos discos. E a falta da Rita Lee nem era percebida já que (ate nisso o Sérgio pensou) colocou uma backing vocal para fazer a voz dela ao vivo. E hoje ele coloca alguém que tem o perfil da Rita Lee para assumir o papel que ate então foi totalmente mal interpretado pela Zélia Duncan, que nessa proposta não fedia nem cheirava. O brilho da presença do Sérgio e do Arnaldo ofuscava qualquer possibilidade de criar uma nova cara na banda.

E tudo isso agora tem o outro lado da moeda. Foi bom enquanto durou e deveria continuar assim, imaculado. Funcionou no show, mas não tinha como funcionar no disco. Haih Or Amortecedor é um disco que é legal. (lembrando que eu ainda não ouvi o disco) mas se fosse lançado com o nome de Sérgio Dias. Sim, porque ao colocar o nome Mutantes pesa a responsabilidade de ser tão genial quando os primeiros discos. Aí a produção do disco peca em muitas coisas. Falta a loucura, a época, o lado inventivo, provocativo, arrojado e sensacional que eram as propostas musicais dos Mutantes. Em troca disso sobrou o perfeccionismo musical do Sergio e que soa datado. Sim o disco é muito bem produzido, bem tocado, bem gravado. E talvez seja o melhor disco do Sérgio em carreira solo. Ouçam o disco, mas não como um disco dos Mutantes e sim como o disco do mutante Sérgio Dias. Eu uso essa abstração para ouvir os discos gravados por ele na década de setenta em nome dos Mutantes. E funciona. No mais era isso.

Resenha de alguém que ouviu o disco e também não gostou:

http://costeletasdoelvis.wordpress.com/2009/09/24/haih-or-amortecedor-os-mutantes/

Anúncios

2 Responses to “Resenha do disco que eu não ouvi.”


  1. 1 Simoni novembro 25, 2009 às 9:32 am

    A atual vocalista da banda é Bia Mendes, e não a antiga backing (Esmérya).
    Eu gostei do álbum, considero digno de Os Mutantes e recomendo.

    • 2 panarotto novembro 25, 2009 às 10:43 am

      poizantão.
      valeu pela correção. é bom saber que alguém lê o blog.
      não sou tão ranzinza assim e até vou ouvir o disco. vai que eu estou errado e o disco é sensacional.
      sou muito fã e chato com essa história toda. e mais do que isso me julgo no direito de julgar as coisas. mesmo falando sempre de forma depreciativa da Rita Lee, acredito que ela tem seus méritos. até fiz um meaculpa aqui no outro blog de referencias que eu administro. http://panarotto.tumblr.com/
      valeu pelo comentário.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: