Post do Pirata Feliz.

Esses dias coloquei um post aqui falando sobre o lance do mininova.org que tinha sido fechado. Não sei porque cargas d’agua aconteceu, mas deu pau no texto. Repito-o-o aqui com mais dois links de discussões sobre esse mesmo assunto, ou variações sobre um mesmo tema (Felipe Dylan e seu dylemas) como diria Humberto Messenger. Nunca se discutiu tanto os rumos e caminhos da indústria da música (cultural de uma forma geral) Ou seja onde essa merda toda vai parar.

Dois textos bem legais:

http://www.rollingstone.com.br/secoes/novas/noticias/reportagem-pirataria-digital/

http://revistamovinup.blogspot.com/2008/06/o-fim-do-mundo-como-o-conhecemos-e-o.html

Texto anteriorque tinha dado pane.

A burrice consiste em jogar contra.

Não tem mais volta. Todo mundo sabe disso. Até uma criança de 02 anos sabe que caiu na rede é peixe. Mas os donos da indústria do entretenimento insistem em prorrogar o inevitável: que o conhecimento e a cultura na internet nasceu para ser gratuita.

Desde que surgiu o Napster (primeiro caso) compartilhando arquivos, a indústria tenta anular/processar/punir um sem numero de sites que compartilham informações culturais gratuitamente. Não se faz isso pra ganhar dinheiro, e sim para enriquecer culturalmente. Não tem como tentar impedir. Se proibir aqui surge algo ali e as coisas vão se ramificando e criando vida na internete. O proibido vai ser mais divertido sempre.

A cada semana algum site é ameaçado e no dia seguinte surgem novas alternativas. A mais recente é a tentativa de bloquear o conteúdo do site Mininova. E conforme o título deste post, a burrice consiste em jogar contra. Temos que pensar alternativas para lidar com isso tudo. Se a industria quer ganhar dinheiro tem que encontrar soluções para lidar com isso tudo que se torna mais comum a cada dia. As novas gerações estão nascendo numa sociedade virtual livre e gratuita.

Na verdade a discussão é longa, mas não tenho muito mais a dizer. Abaixo alguns links que noticiaram o fato.

Saiu em toda parte:

http://br-linux.org/2009/mininova-segue-ordem-de-corte-holandesa-e-exclui-boa-parte-dos-torrents-da-sua-busca/

http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia-tecnologia/site-de-torrents-mininova-encerra-suas-atividades-515102.shtml

http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL1393658-6174,00-SITE+DE+TORRENTS+MININOVA+ENCERRA+SUAS+ATIVIDADES.html

Anúncios

0 Responses to “Post do Pirata Feliz.”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: