Egisto Dal Santo no Unocultural

Egisto é um musico gaúcho que tem um currículo extenso em termos musicais. Já produziu todo mundo e já tocou com todo mundo do “Rock gaúcho”. Também  se aventurou na escrita e publicou um livro contado historias do rock gaúcho (Notas de viagens – Aventuras e desventuras no rock gaúcho). Além disso tudo que relatei acima, ele tem uma carreira solo focado em composições próprias (ou parcerias). A proposta do Unocultural ao trazer o Egisto Dal Santo pra Chapecó, foi proporcionar ao público a oportunidade de ver o lado mais intimista desse roqueiro que já tocou para público diversos em toda a sua carreira. O show aconteceu no teatro do SESC e acompanhado pelo Gambona (velho combatente de guerra e bluseiro, que também toca na banda solo do Egisto e No Historias do Rock Gaúcho) encantou o publico presente.

O Unocultural, aproveita a disponibilidade e interesse dos músicos para pensar novos formatos e possibilidades. E foi isso que aconteceu. O show apresentado percorreu a carreira do Egisto resgatando músicas do tempo dos Colarinhos Caóticos (Útero), carreira solo Vacilo (do disco Maquina de Destruir Dinheiro) e parcerias com o Bebeco Garcia (Mexe e Rebola), Charles Master, Julio Renny (Cão Vagabundo) entre outros.

Egisto é um contador de histórias. E como todo bom contador de historias, um mentiroso de primeira. Que “mente” porque se aventura a contar as coisas do seu ponto de vista. Mas suas histórias ganham contornos e nuances tão pontuais que acabamos nos envolvendo com tudo isso e o que é pior (ou melhor) acreditando. A cada canção uma contextualização que nos remetem ao universo explorado e que o inspira.

O show começou com voz e violão. Uma luz focada no musico reduzia os espaços do palco. Mais intimista impossível. Segundo ele, a inspiração maior é o seu novo amor Carol. Todo o show foi dedicado a ela. A partir da quinta música “Gambona” assumiu a guitarra, fazendo o contraponto perfeito de solos bluseiros a voz rasgada e profunda de Egisto. Em alguns momentos Egisto assumiu o bandolim deixando as canções mais suaves. O publico, pequeno mas reduzid… de qualidade como diria Frank Jorge, curtiu uma noite agradável com boa musica e ótimas histórias. Momentos muito legais de um musico que ainda acredita no underground e faz de tudo para se estabelecer e estabelecer a sua obra dentro dessas perspectivas.

Ainda em Chapecó, Egisto gravou o programa Estúdio A (da Unochapecó) que vai ao ar pela Unowebtv em breve.

Anúncios

0 Responses to “Egisto Dal Santo no Unocultural”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: